O apanhador no campo de centeio



Livro do dia: O apanhador no campo de centeio, J.D. Salinger.


Jovem nova-iorquino, Holden Caulfield, com seus 16 anos, descreve-nos nessa narrativa as reviravoltas partidárias de um profundo descontentamento com a humanidade, a vida e a si mesmo. Estudante de um renomado internato para garotos no estado americano da Pensilvânia, Holden sente-se só em um mundo feito de pessoas não só ´´mesquinhas´´, como também ´´falsas´´, daí um entrave paradoxal.


Prestes a entrar no período de férias escolares, acumula para o seu boletim acadêmico, mais uma nota negativa. Em decorrência do seu desleixo e a constante decaída, acaba sendo expulso. Envergonhado em ter que retornar à casa dos seus pais e lhes explicar o ocorrido, decide-se por tentar uma aventura: pegará um trem rumo à Nova Iorque onde experienciará as mais diversas façanhas, refletindo ao longo da jornada sobre os seus feitos e ideais.


Originalmente publicada em 1951, a obra retrata o luto, as angústias, o relacionamento do rapaz com aqueles à sua volta e o desejo de permanecer assim, jovem, não se deixando corromper, segundo ele, pelas ´´malezas´´ da sociedade. Referência literária com a temática da transição do jovem à fase adulta, O Apanhador no Campo de Centeio oferece-nos uma narrativa leve com um turbilhão de sentimentos advindos desse período que, certamente, todos já passamos algum dia.

Uma leitura destinada aos amantes de obras que, pelos olhos do personagem, almejam um mundo melhor e não conformista, acarreta desde os anos iniciais do seu lançamento fortes opiniões. Você pode amá-lo ou odiá-lo, mas uma coisa é certeira: de modo algum o esquecerá.


#ApanhadorNoCampoDeCenteio #LivroDoDia #JDSalinger#DialogicaEditora #Sinopse

#SabrinaHiga


Fonte da imagem: https://www.biography.com/…/j-d-salinger-documentary-intere…